O Bebê Nasceu e Agora? O Que Eu Faço?

Assim que você voltar com o seu bebê para a casa, vai começar uma longa e desgastante maratona e sua vida nunca mais será a mesma. Quando você finalmente conseguir descansar um pouquinho, o bebê irá acordar, e então vai começar tudo de novo. Ser mãe é isso, você precisa se desdobrar em duas ou três ao mesmo tempo para que não falta nada no seu bebezinho.

Reconheça algumas características saudáveis do seu bebê recém-nascido.

É importante para começar, você não se preocupar se vai perceber algumas irregularidades ao observar o bebê depois que ele nasceu. Mas se você estiver em dúvida quanto a sua aparência, é importante conversar com o médico. Muitos fatores podem lhe parecer anormais e na verdade são comuns, confira algumas informações a seguir.

Sobre a pele do bebê.

A cor de pele do bebê poderá apresentar uma tonalidade um pouco azulada inicialmente, acinzentada ou avermelhada e com despigmentações. Isto acontece principalmente se a criança nasceu depois da 40ª semana de nascimento, a sua pele ainda poderá estar seca e enrugada, em contrapartida tudo isto é passageiro.

A cabeça do bebê.

A cabeça do bebê geralmente pode ter uma forma mais alongada ou bicuda que acontece logo depois do parto normal. Isto acontece em razão de toda a maleabilidade do próprio crânio da criança, que se alonga e molda durante o seu nascimento.

Este processo facilita o parto e é uma forma que a natureza encontrou de ajudar a não danificar o cérebro dos bebês durante o nascimento.

As tetinhas do bebê

As tetinhas do bebê, independente do seu sexo, podem se apresentar inchadas e avermelhadas. Isto é algo normal e tem a ver com a presença dos hormônios das mães no sangue da criança. O mesmo acontece com os genitais, tudo isto acontece de forma transitória e desaparece de forma espontânea.

Os reflexos e sentidos também são importantes.

Saiba que o recém-nascido reage a todos os estímulos, o que inclui o som e a luz, ao ouvir um som alto, ele chora e estica os braços. Ao tocar o dedo de sua mão ele tende a apertar o mesmo, aparenta inclusive querer andar quando é segurado em pé em um lugar plano.

 

24. abril 2015 por Bebê
Categoria: Bebês | Tags: , , |